Foram emitidas mais de 4.500 licenças de casas nos primeiros quatro meses do ano

Voltar á listagem

As Câmaras Municipais emitiram, desde janeiro até abril deste ano, 4.566 licenças de construção nova e reabilitação de edifícios habitacionais, revelou esta terça-feira a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

Foram emitidas mais de 4.500 licenças de casas nos primeiros quatro meses do ano

De acordo com a Síntese Estatística da Habitação, produzida pela AICCOPN, os dados registados até abril sobre licenciamento de construção nova e reabilitação de edifícios habitacionais traduzem “um aumento de 16,2%, em termos homólogos”.

Já o licenciamento de fogos em construções novas cresceu 38,0%, em termos homólogos, para um total de 6.128 habitações, apurou a associação do setor da construção civil. Neste âmbito, o consumo de cimento no mercado nacional, durante os quatro primeiros meses deste ano, “totalizou 868 mil toneladas, o que traduz um acréscimo de 1,9%, face ao mesmo período de 2017”, informou a Síntese Estatística da Habitação.

No que diz respeito ao ‘stock’ de crédito à habitação concedido pelas instituições financeiras a particulares, registou uma redução de 1,3% até abril, “totalizando 92,8 mil milhões de euros”. Segundo os dados da AICCOPN, o novo crédito concedido para aquisição de habitação verificou “uma subida de 26,9% para 2,97 mil milhões de euros”.

Quanto ao ‘stock’ de crédito concedido pelas instituições financeiras às empresas do setor da construção e imobiliário assistiu-se, em abril, a uma quebra de 5,4%, em termos homólogos.

“O valor médio da avaliação bancária na habitação apurado em abril foi de 1.171 euros por metro quadrado, valor que traduz um aumento de 5,5% em termos homólogos. Nos apartamentos, assistiu-se a uma subida de 5,4% para 1.224 euros por metro quadrado e nas moradias verifica-se uma subida de 4,9% para 1.074 euros por metro quadrado”, avançou a Síntese Estatística da Habitação.

Com base nos dados apurados a nível nacional, a AICCOPN destaca a Região Autónoma da Madeira, onde se observou um aumento de 59,6% nos fogos licenciados em construções novas até abril, em que “64% são de tipologia T3 ou superior e 21,3% de tipologia T2”.

Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região, “verificou-se, em abril, um aumento em termos homólogos, de 5,4% para 1.292 euros por metro quadrado”, indicou a Síntese Estatística da Habitação.

Fundada em 1892, a AICCOPN é uma associação de âmbito nacional, que representa cerca de 8.000 empresas do setor da construção civil e obras públicas.

Fonte: Eco.pt

Partilhe esta notícia:

Partilhe por email

  • Portugal continua como 3º melhor país para investir em imobiliário

    Portugal continua como 3º melhor país para investir em imobiliário

    No mês de Setembro Portugal subiu dois lugares na tabela dos países mais bem posicionados para investir em imobiliário, ocupando a 3ª posição e em Outubro conseguiu manter a mesma classificação no ranking mundial. Segundo o TheMoveChannel, o principal site independente de imobiliário internacional,...

    Continuar a ler
  • Garvetur fecha ano com negócio de vários milhões de euros

    Garvetur fecha ano com negócio de vários milhões de euros

    A Garvetur, mediadora imobiliária a trabalhar desde 1983, concluiu a comercialização da fase II do empreendimento L’Orangerie, em Vilamoura, do qual era a mediadora oficial, tendo captado compradores para as 32 unidades que se caracterizam por elevados níveis de sofisticação e exclusividade, em cerca de 13...

    Continuar a ler
  • A Garvetur assinala os 35 anos na Gala de Verão 2018

    A Garvetur assinala os 35 anos na Gala de Verão 2018

    A Festa de Verão 2018 da Garvetur, SA reuniu cerca de 2300 convidados que se associaram às celebrações do trigésimo quinto aniversário da empresa, reconhecida como uma das referências nacionais do setor imobiliário e turístico. A Festa de Verão 2018 da Garvetur, SA reuniu cerca de 2300 convidados que se...

    Continuar a ler